×
Últimas Notícias
27 SET
VIAJE COM SEGURANÇA, VÁ DE ÔNIBUS

Um total de 524 pessoas perderam a vida nas rodovias do Rio Grande do Sul no primeiro semestre de 2017. Uma assustadora média de quase 3 mortes por dia. Mais da metade dos casos ocorridos de janeiro a junho de 2017 se concentrou em apenas 14 das 262 rodovias mapeadas pelo Departamento Estadual de Trânsito (DETRAN/RS). Levando em conta apenas o total de vítimas, sem considerar a extensão da rodovia, o ranking das estradas mais perigosas do estado contém 8 federais, mais longas e com maior quantidade de veículos, e 6 estaduais, via de regra menos extensas, mas em pior estado de conservação.


No topo do ranking, a BR-116 é, historicamente, a que mais mata no estado. Dentre as rodovias estaduais, a pior, atualmente, é a RS-239 (Vale dos Sinos ao Litoral Norte), mas já houve outros períodos em que perdeu para rodovias como RS-287 (Montenegro a Santa Maria), RS-040 (Viamão a Balneário Pinhal) e RS-324 (Passo Fundo a Nova Prata). A diferença entre a BR-116 e a RS-239 é que a rodovia federal que corta o Rio Grande do Sul aumentou em 10 o total de mortes na comparação com 2016, alcançando 51, e a ligação de Portão (RS) a Maquiné (RS) apresentou redução, com total de 15 vítimas.

29 SET PACIENTES TRANSPORTADOS
28 AGO AUTOATENDIMENTO EM CRESCIMENTO NO MUNDO
18 JUN Novo regulamento deve reduzir número de linhas a Porto Alegre
10 MAI Rodoviárias devem passar por adaptações no Rio Grande do Sul
09 ABR Após protesto por mais segurança, Rodoviários da Região Metropolitana são recebidos no Piratini
Av. Castelo Branco, 42 - Bairro Montanha - Lajeado/RS - CEP: 95900-732
51 3011-3911
noll@rodoviarialajeado.com.br
Acesse nossa página
Noll & Cia Ltda - © 2017. Todos os direitos reservados. Desenvolvido por Vertigo Comunicação.